Filiado a:

Vamos falar sobre CAPACITISMO?

por | set 30, 2021 | Destaque Home, Notícias | 0 Comentários

Capacitismo é o termo que define a discriminação que as pessoas com deficiência sofrem quando, de forma explícita ou implícita, são discriminadas ou subestimadas em sua capacidade e aptidão, numa sociedade que considera pessoas sem deficiência “normais”.

O capacitismo está para as pessoas com deficiência da mesma forma que o racismo está para as pessoas negras, o machismo para as mulheres, a LGBTfobia para os LGBTQIA+. Capacitismo é a discriminação em razão da deficiência.

O capacitismo produz a equivocada noção de que, por um lado, as PcD`s não conseguem realizar atividades comuns, e por isso são dignas de pena ou caridade, e, por outro lado, ao conseguirem realizar determinadas atividades, de que são “exemplos de superação”. As duas faces, “coitado” e “herói”, revelam atitudes capacitistas que precisam ser evitadas. Uma porque os inferioriza e subestima, outra porque naturalizam a ideia desumana de que o mundo “normal” não foi feito para pessoas com deficiência, que precisam se superar e romper barreiras para viver num mundo que na verdade deveria ser mais acessível e inclusivo.

Quando alguém supõe que uma pessoa com deficiência, apenas por ter essa característica, é incapaz de fazer um trabalho, isso é expressão do capacitismo. Quando se fica surpreso por algo realizado por uma PcD e se diz: “nossa, você conseguiu fazer isso sozinho? Você é sensacional!”. Isso é capacitismo. Da mesma forma quando usamos expressões do tipo “dar uma de João-sem-braço”, ou “você parece tão “normal””, isso também é capacitismo.

Muitas vezes nem sabemos ou percebemos que utilizamos expressões capacitistas. O termo é novo, de certa forma, e se trata de uma construção. Hoje, com a internet e as redes sociais, muito se fala a respeito e é importante que pessoas com ou sem deficiência se informem e aprendam sobre capacitismo, e como evitá-lo. Ler artigos e trabalhos sobre o tema, seguir nas redes sociais pessoas com deficiência, educadores e militantes na área ajuda a aprender sobre capacitismo e construir um mundo mais respeitoso e solidário.

A luta das pessoas com deficiência é por acessibilidade, por inclusão social e também uma luta anticapacitista! Por isso encerramos nosso setembro verde no SINDJUD-PE, mês da visibilidade da pessoa com deficiência, convidando para que esse seja um exercício diário na sua vida e na comunidade que você faz parte. Todo cidadão tem o poder de transformar a sociedade em um lugar mais igualitário para todas e todos!

SINDJUD-PE
Gestão Lutar e Vencer!