Filiado a:

SINDJUD-PE presta solidariedade ao Centro de Formação Paulo Freire

por | set 10, 2019 | Notícias | 0 Comentários

O Sindicato do Servidores de Justiça de Pernambuco- SINDJUD-PE, vem prestar solidariedade ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e, assim como as demais entidades de defesa dos Direitos Humanos, repudiar a decisão proferida pelo Juízo da 24ª Vara Federal de Caruaru/PE, que determinou a reintegração de posse contra o Centro de Formação Paulo Freire, localizado no Assentamento Normandia, na cidade de Caruaru/PE.
Em 1999 foi criado oficialmente o Centro de Formação Paulo Freire, por orientação do próprio INCRA, no Assentamento Normandia, como espaço para capacitação e formação dos assentados no Estado de Pernambuco. O referido Centro de Formação, enquanto entidade jurídica, realiza parcerias de formação com o governo do Estado de Pernambuco e instituições de ensino como UFPE, UFRPE, FIOCRUZ, UPE, IPA, UAG, IFPE, inclusive com criação de Programa de Doutorado em Agroecologia, deixando de ser um espaço do estado de Pernambuco para passar a ser um espaço de formação do Nordeste e Nacional (além de fornecer merenda para diversas escolas da região).
Assim, quando o próprio INCRA solicita a reintegração de posse desse espaço que promove uma educação libertadora na forma preconizada por Paulo Freire, bem como o acesso a alimentos livres de veneno, beneficia a lógica latifundiária do agronegócio, além de inviabilizar a atividade de quem produz em equilíbrio com o meio ambiente e preservando a saúde da população brasileira.
Desse modo, por entender que tal decisão configura uma ofensiva contra os Movimentos Sociais e perseguição aos direitos e conquistas dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, o SINDJUD-PE rechaça esse acentuado retrocesso.