Filiado a:

Comitê de Priorização do 1º Grau debateu ferramentas de atendimento virtual

por | maio 18, 2021 | Destaque Home, Notícias | 0 Comentários

No dia 23 de abril ocorreu reunião do Comitê de Priorização do 1º Grau com a pauta indicada pelo SINDJUD-PE: ferramentas de atendimento virtual.

O Coordenador Geral do SINDJUD, Alcides Campelo, abriu a reunião apresentando as principais queixas da categoria referente ao número de ferramentas disponíveis para atendimento virtual, além de problematizar que alguns destes tem sido utilizado com equipamentos individuais, dentre outros problemas. A explanação de Alcides foi endossada pelos representantes titulares e suplentes dos servidores, bem como da representação da Associação de Servidores. Após um bom debate tiveram encaminhamentos, a princípio, interessantes, embora ainda seja cedo para afirmar reais avanços para a categoria. Seguiremos atentos e cobrando o melhor para as condições de saúde e trabalho dos servidores.

Por fim, ressaltamos a importância da participação da categoria no acompanhamento da execução das prioridades incorporadas e a apresentação de novas demandas para o aperfeiçoamento do 1° grau de jurisdição. Confira os detalhes da reunião:

Reunião do Comitê de Priorização do 1º Grau – 23/04/2021

A reunião foi iniciada às 15:00 horas com a participação do Coordenador do Comitê, Juiz Emiliano França, dos representantes dos servidores, Rafael Rocha e Marcelo Ferreira, do Presidente do SINDJUD-PE, Alcides Campelo, do representante da Associação de Servidores, Roberto Santos, dos suplentes Elisan Francisco e Jether Abrantes, além dos servidores Roberto Machado e David Machado.

Após solicitação de inclusão de pauta pelo SINDJUD-PE, foram debatidos os seguintes temas:

  • Ausência de disponibilização de aparelhos funcionais pelo Tribunal às unidades e a necessidade de utilização de dispositivos móveis pessoais pelos/as servidores/as para atendimento ao público externo;
  • Ausência de seleção de uma ferramenta única para atendimento como forma de evitar solicitações em duplicidade pelos diversos canais de atendimento;Ausência de fixação de horário único para atendimento pela ferramenta “SIGA-ME” de forma a coincidir com o horário de trabalho remoto;
  • Necessidade de distinção das atividades profissionais em relação à vida pessoal do/a servidor/a na utilização das ferramentas do trabalho remoto (Ex: Linha telefônica, Whatsapp, etc.);
  • Necessidade imediata de criação do Auxílio Suporte Tecnológico pelo TJPE para garantir os custos necessários à execução do trabalho remoto, a exemplo de Internet, energia elétrica, despesas com ergonomia, além da substituição de equipamentos necessários ao desempenho das funções.

Após o debate acerca dos temas apresentados, com foco na necessidade de reposição de equipamentos e despesas relativas ao trabalho remoto, o Comitê de Priorização do Primeiro Grau encaminhou como prioridade:

  • Aquisição de aparelhos institucionais pelo TJPE e disponibilização às unidades para a realização dos atendimentos;
    Verificação, junto à Mesa Diretora do TJ, acerca da implantação de ferramenta de colaboração, como o “Microsoft Teams”, para melhor comunicação interna, evitando o uso do “whatsapp” pessoal para essa finalidade;
  • Eleição de uma ferramenta preferencial para uso no atendimento ao público externo a ser utilizada pelos servidores, indicando a ferramenta do “TJPEatende”;
  • Disponibilização de Relatório pela SETIC de atendimentos recebidos e solicitados pela ferramenta “SIGA-ME” para fins de controle e respostas em encaminhamentos eventuais à Ouvidoria, podendo verificar ainda os horários dos atendimentos solicitados;
  • Criação de manual de procedimentos e condutas a serem adotadas pelos servidores para a realização de atendimento em todas as ferramentas virtuais, cientificando, inclusive, políticas de prevenção ao assédio etc.

SINDJUD-PE
Gestão Lutar e Vencer!