Em tempos de pandemia o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) retira auxílio-alimentação dos servidores. O SINDJUD-PE se solidariza com os colegas sergipanos, enviando nosso apoio ao SINDIJUS-SE e repudiando a atitude do TJSE.

O TJSE negou a participação do Sindicato sergipano no Comitê de Gestão de Crise, ignorou os pedidos do SINDIJUS-SE acerca das condições de trabalho, numa postura autoritária, típica dos que se acham mais que o restante da população. Sem diálogo não há democracia!

Os servidores públicos de todo o país continuam trabalhando ativamente para assegurar a população o acesso à justiça. Não é diferente em Sergipe! A verba indenizatória do auxílio-alimentação é vital para a renda dos trabalhadores, a sua retirada representa em torno de 20% da remuneração dos servidores da justiça de Sergipe.

O momento exige contenção de despesas, mas não contenção com o custo do essencial: servidores. Em todos os tribunais do país são mantidos privilégios e benesses aos magistrados, ao ponto de ultrapassar o teto constitucional. Por outro lado, servidores precisam se esforçar em campanhas salariais extensas e difíceis para assegurar, ao menos, a reposição inflacionária (quando conseguem). A verdade é que as ditas casas da justiça desse país produzem injustiça e desigualdade social.

A realidade dos colegas sergipanos já é uma situação conhecida nossa, quando o TJPE emitiu a Portaria nº 13/2020, que retirou auxílio-alimentação e outros direitos. Ao que parece, alguns tribunais querem passar a imagem de gestões comprometidas com a sociedade, e que o momento exige cortar na própria carne. Esqueceram de avisar a população que a carne a qual está sendo cortada é a dos servidores. Política desumana e na contramão das medidas que estão sendo tomadas em todo mundo para proteger a renda dos trabalhadores.

TJSE: esse não é o caminho para conter gastos. É preciso cortar dos supérfluos, buscar medidas alternativas, que não passem pelo corte da remuneração dos servidores.

Todo apoio ao SINDIJUS-SE!

SINDJUD-PE

Gestão Fortalecer e Avançar!