Na última terça-feira, 24/09/19, os servidores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul iniciaram uma greve, após decisão unânime dos servidores presentes na Assembleia Geral da categoria.

Os servidores estão há 6(seis) anos sem reajuste salarial, não tem um Plano de Cargos e Salários, bem como se manifestam contra a ameaça de extinção de milhares de cargos no judiciário gaúcho.

Aproximadamente 70% da categoria aderiu a greve, lembrando sempre que há o respeito à lei de greve em todos seus aspectos, principalmente em relação às atividades essenciais a fim de que os jurisdicionados não sejam prejudicados pelo direito legítimo da categoria.

A atual direção do SINDJUDPE declara apoio ao movimento paredista dos servidores do judiciário gaúcho em todos os seus termos.

Fortalecer a avançar