Já há algum tempo que circula a informação e a possibilidade concreta de privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT – Correios). Entra governo e sai governo e os interesses privados pelos Correios cresce. A receita tradicional para privatizar alguma empresa estatal ou algum serviço é começar pelo sucateamento e, por consequência, gerar divulgação das dificuldades operacionais. Porém, evidentemente, separando a consequência de sua causa. Diante disso podemos parafrasear Darcy Ribeiro e afirmar que a crise do Brasil não é uma crise, mas sim um projeto. É o projeto da mercantilização e privatização em detrimento dos interesses nacionais.

Uma das categorias mais combativas do país, os trabalhadores dos Correios, tem passado por intensa precarização do trabalho. Nesse sentido, os trabalhadores, através de suas entidades representativas, lançaram a campanha nacional: “A culpa não é do carteiro: não à privatização dos correios! Queremos passar todos os dias na sua rua”.

O SINDJUD-PE declara seu apoio a greve dos trabalhadores dos Correios, que lutam contra a privatização da empresa, por melhores condições de trabalho e remuneração. A luta já mostrou resultado e a empresa já recuou e aceitou pela manutenção do acordo de trabalho 2018/2019, bem como da vigência do plano de saúde.

Todo apoio a luta dos trabalhadores dos Correios!

 

SINDUJD-PE

Gestão “Fortalecer e avançar!”