No dia 26 de dezembro, a ALEPE aprovou o Projeto de Lei Ordinário N° 2122/2018 que assegurou a reposição de 6% aos Servidores do TJPE. Sendo 2% (dois por cento) retroativos a outubro de 2018 e 4% (quatro por cento) no mês de maio de 2019), conquista esta que se tornou realidade após 8 (oito) meses de negociação.

É importante salientar que os Servidores da Justiça Estadual não tiveram reposição inflacionária nos últimos três (3) anos e que somente neste triênio a soma chega a mais de 16%. Este percentual (6%), conquistado com muito esforço, não representa nem 1/4 da defasagem salarial acumulada pela categoria nos últimos anos, que chega a 28,86% (Fonte: DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), quase um terço dos vencimentos salariais. Logo, a média salarial divulgada e a afirmação de que o percentual foi acima da inflação, não condizem com a realidade vivenciada pelos Servidores do TJPE. Também vale esclarecer que o TJPE não concedeu reposição no ano de 2017 e em 2018 foram concedidos apenas 2% (dois por cento) para os meses de outubro, novembro e dezembro. Para 2019, 4% (quatro por cento).

Todo trabalhador é digno de seu salário. Os Servidores do TJPE não reivindicam aumento real, lutam apenas pela não redutibilidade de seus salários. A categoria considera justa a luta por dignidade e respeito pois o serviço público passa por uma grande mudança e, hoje, o estigma de Servidor Público improdutivo vem diminuindo bastante com a exigência de metas, aumento de produtividade, controle eletrônico de frequência com maior supervisão da jornada de trabalho e requisitos altíssimos de qualificação/capacitação anual para seguir na carreira a exemplo de mestrado e/ou doutorado.

Cabe registrar que o SINDJUD PE não foi procurado por nenhum órgão da imprensa para dar os devidos esclarecimentos.

Neste contexto, este sindicato se coloca ao inteiro dispor de qualquer mídia, de toda a imprensa e toda a sociedade no intuito de compartilhar a realidade do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco vista de quem exerce, diretamente, a força operacional fazendo girar esta grande engrenagem em favor da sociedade pernambucana.

SINDJUD PE