Os Servidores do TJPE decidiram na última Assembleia dia (15) que caso não houvesse uma proposta favorável às negociações acerca do IPCA e das Perdas Inflacionárias que já chegam aos 28,86% e outras demandas, seria realizada uma paralisação parcial das atividades no dia (21). O momento se deu de forma pacífica e coordenada pelo SINDJUD PE. Foi orientado a todos os Servidores que fixassem o aviso da paralisação na unidade de trabalho para que as atividades fossem paralisadas (10:00 às 13:00 e 15:00 ás 18:00) mantendo-se apenas o andamento das urgências.

A paralisação ocorreu em todos os fóruns da capital, região metropolitana e nas comarcas do interior. A atividade foi acompanhada pelo SINDJUD PE, uma vez que ficou organizado para que os diretores visitassem os fóruns e registrassem através de fotos toda a paralisação. A visita aos locais de trabalho dos Servidores, foi considerada positiva e de grande valia, pois, muitos puderam expressar sua insatisfação com a morosidade com que o tribunal vem conduzindo a negociação com o Sindicato dos Servidores.

Vale ressaltar que foram compartilhadas, em vários grupos e redes sociais, imagens dos Servidores com as atividades paralisadas, a citar: Vitória de Santo, Lajedo, Caruaru, Carpina, Garanhuns, Floresta, Paudalho, Itambé, Olinda, Abreu e Lima, Paulista, Catende, Lagoa de Itaenga, Igarassu, Arcoverde e os Fóruns da Capital.

Para os representantes do SINDJUD PE, a paralisação foi considerada positiva e marca definitivamente o calendário das mobilizações da categoria. O Sindicato agradece a participação e a colaboração de todos, principalmente dos sindicalizados que acreditam e confiam no trabalho que vem sendo realizado na busca de conquistas para a categoria.

Reiteramos o compromisso, acordado em Assembleia, e já comunicamos que a próxima paralisação parcial será realizada na primeira quinta-feira (05) após o recesso forense e que dia 12 de julho haverá uma Assembleia conjunta do SINDJUD, ASPJ e SINDOJUS com a concentração em frente ao Paula Batista a partir das 12:00 para avaliação de uma possível proposta do TJPE ou deliberar sobre a intensificação do movimento paredista de paralisações.

Ainda no dia 12 de julho, o SINDJUD PE realizará um “Canecaço”, onde cada Servidor entregará sua caneca na escadaria do palácio, como um ato de repúdio ao programa “Muito Além das Metas” que possui uma caneca na lista de prêmios ofertados aos Servidores que superarem suas metas. Em um cenário de defasagem salarial chegando a um terço dos vencimentos, a categoria entendeu como um desrespeito a todos que tanto se dedicam para impulsionar uma justiça atuante e acessível a todos os cidadãos pernambucanos.