Na sexta-feira (12), o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE PE, representado por Jackeline Natal, Supervisora Técnica Regional, entregou o estudo técnico sobre as perdas salariais históricas dos Servidores, solicitado pelo Sindicato dos Servidores de Justiça do Estado de Pernambuco – SINDJUD PE. O estudo conclui que os Servidores já possuem um déficit salarial que representa 25,40% de inflação acumulada (IPCA/IBGE) em seu poder aquisitivo.

Ainda de acordo com as estimativas obtidas mediante consulta ao Sistema do Banco Central do Brasil, o estudo complementa que as Perdas Salariais Históricas são contabilizadas sem o percentual do ano corrente (data base) pois os dados ainda não foram fechados.

No entanto, a estimativa da inflação acumulada para maio/2018 é de mais 3,38% totalizando uma Perda Salarial Histórica de 29,64% nos vencimentos dos Servidores do Poder Judiciário de Pernambuco.

O presidente do SINDJUD PE, Michel Domingos, ratificou a necessidade da nova mesa diretora do Tribunal de Justiça de Pernambuco, efetivar uma gestão diferenciada que fique marcada por melhorias no maior patrimônio deste Poder Judiciário, os que fazem parte do quadro efetivo, e não só nas estruturas físicas da instituição numa conjuntura onde cada vez mais são desnecessárias grandes estruturas físicas para se obter uma boa produtividade no serviço público. “O maior patrimônio que uma instituição pode ter são os seus colaboradores motivados e o Tribunal precisa começar a evoluir nesta área. Não implantar uma política de valorização do quadro de Servidores do TJPE, é dar um tiro no próprio pé.”, disparou Michel Domingos.

A Diretoria do SINDJUD PE também informou que ainda não conseguiu agendar uma visita ao futuro presidente do Poder Judiciário estadual porque o desembargador encontra-se em gozo de férias e retornará em fevereiro para sua posse.