Na manhã desta segunda-feira (24), os Servidores do TJPE compareceram ao Palácio da Justiça para acompanhar a votação dos Processos da COJURI 12/2017 e 15/2017 que tratavam da política de valorização funcional da categoria. No entanto, foram supreendidos com o acolhimento de uma questão de ordem suscitada pelo Des. Humberto C. Vasconcelos que discursou sobre a falta de previsão orçamentária para que os processos pudessem ser colocados em regime de votação. A proposta foi acolhida por maioria dos presentes no que tange a todos os processos que tinham impactos financeiros no orçamento deste Tribunal. Com esta medida a votação foi suspensa e os processos retirados da pauta. A sessão extraordinária do Pleno foi convocada pelo Presidente do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco, Des. Leopoldo Raposo, publicada no dia 17/07 – edição 127/17 do Dje, pág. 33.

Os dirigentes do Sindicato dos Servidores de Justiça do Estado de Pernambuco aguardam a confirmação de uma reunião urgente com a presidência do TJPE e, de acordo com o teor da reunião, convocará uma Assembleia Geral Extraordinária – AGE para deliberar sobre a suspensão total dos serviços por tempo indeterminado respeitando a legislação vigente.