O SINDJUD PE participou na tarde da última segunda-feira (22), no Palácio da Justiça, da reunião agendada, após o primeiro dia de paralisação, para discutir os pleitos da categoria. Junto com o SINDOJUS e ASPJ, o SINDJUD PE foi recebido pelo Presidente do TJPE, Desembargador Leopoldo Raposo, que se mostrou muito receptivo.

“Durante toda a reunião o presidente demonstrou boa vontade em buscar reservas para atender as nossas demandas. Estamos saindo desse encontro com a certeza que nossas solicitações foram ouvidas e o primeiro passo já foi dado”, explica Michel Domingos.

Ficou acordada a importância de uma reunião com o governador, para serem tratadas as demandas do Poder Judiciário, que será realizada com a participação dos representantes da categoria e do Chefe do Poder Judiciário, Desembargador Leopoldo Raposo.

A presidência do TJPE avalia a redução de comarcas tendo em vista que o repasse estatal (duodécimo) não mais comporta as despesas deste Tribunal.

Uma das maiores lutas dos servidores já está caminhando para uma provisória solução – um projeto para que o desenvolvimento do plano de carreira aconteça através da realização de uma segunda pós-graduação, não somente pela realização de um mestrado.

Tentando alcançar o principal objetivo de reposição salarial das perdas históricas desde 2009, desde o último dia 18, a categoria decidiu, em assembleia, pela paralisação parcial das atividades dos servidores duas vezes por semana.

As paralisações ocorrem nas terças e quintas-feiras, em dois horários determinados, pela manhã e pela tarde.