A ÚLTIMA SEXTA-FEIRA (28/04) FOI UM DIA DE LUTA QUE PROMOVEU NOSSA UNIÃO ENQUANTO SERVIDORES DO TJPE.

Numa articulação de abrangência nacional jamais vista desde 1996, mostramos que nossa categoria está se mobilizando cada vez mais a caminho da compreensão que juntos somos fortes.

Apesar da determinação, publicada pela Presidência deste Tribunal, que o expediente (no dia 28/04) seria normal, em espírito de mobilização e sensibilizados com as reivindicações do trabalhador brasileiro, paralisamos as atividades (mantendo os serviços essenciais conforme a lei) em um ato de ALERTA à sociedade e principalmente à gestão do Tribunal de Justiça de Pernambuco que vem ignorando o clamor de uma categoria que amarga uma perda histórica em sua reposição salarial inflacionária de aproximadamente 20% (vinte por cento) em seu poder de compra.

Mesmo o SINDJUD-PE tendo tentado por várias vezes sensibilizar a presidência para que levasse em conta o pedido da categoria de suspender os prazos neste dia, a mesma, apesar de verbalmente se mostrar sensível à uma causa nacional e humanitária de se posicionar contra a Reforma da Previdência, pela qual até a AMEPE (Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco) se posicionou contra, não se preocupou com a dificuldade que os servidores encontrariam para chegarem aos seus locais de trabalho, nem com sua integridade física tendo em vista que não havia transporte público disponível, como também o fato da Polícia Civil também ter aderido à paralisação nacional.

Ressaltamos que nossa preocupação não se voltou apenas para o servidor, mas para os profissionais do Direito e principalmente para a sociedade pernambucana que, paga o serviço estatal e poderia ficar prejudicada tendo em vista todos os motivos acima já citados, a exemplo do principal, que foi a suspensão do serviço do transporte público na região metropolitana. No entanto, vendo toda a mobilização bem-sucedida na maior parte das comarcas estado, o próprio TJPE acabou suspendendo oficialmente os prazos processuais, o que foi muito mais vergonhoso a quem representa a justiça estadual.

Os servidores do TJPE amanheceram o dia dispostos a se dirigirem aos seus locais de trabalho, seguindo as orientações do SINDJUD-PE, com camisas pretas, palavras de ordem, faixas, celulares conectados nas redes sociais e no movimento, como há algum tempo não se via e tudo isso culminou na presença do servidor nas ruas protestando junto com outras classes trabalhadoras em diversas cidades por todo o estado.

“O dia de hoje foi um tapa na cara daqueles que pensaram que a classe trabalhadora não tinha capacidade de mobilização e de organização. A Greve Geral foi um sucesso de norte a sul do país.”
– Conceição Cintra, Depto de Formação Sindical SINDJUD-PE

Temos propagado a filosofia que, enquanto categoria, todos somos o TJPE. E com esse exercício do dia 28 de Abril, provamos não somente para nós como para a sociedade, que somos uma categoria sensibilizada em favor do trabalhador por uma causa coletiva e que temos força para encarar os desafios em busca de melhorias para nossas famílias e nossa sociedade.

“Apesar de alguns olhares, ainda desconfiados, por parte de alguns servidores que supunham que nossa paralisação fosse partidária, cumprimos mais uma vez nossa promessa e estávamos neste momento cívico pelos direitos de TODOS os trabalhadores do Brasil e por nossas reivindicações, aprovadas em assembleia, concernentes às perdas históricas de 18% (dezoito por cento) pelas reposições salariais não concedidas, dentre outras reivindicações de melhorias nas condições de trabalho. Foi motivador participar e ver que nossos colegas assumiram o compromisso e executaram o combinado da capital ao interior do nosso Estado de Pernambuco.”
– Michel Domingos, Presidente do SINDJUD-PE

Confira as fotos abaixo ou acesse o álbum online AQUI:

Powered by flickr embed.

Segundo o Diário de Pernambuco, o ato em nosso estado, foi o maior do país.

Lembramos aos colegas servidores que a relação sindicato forte – categoria forte é verídica. Por isso, reforçamos aos que desejam conquistar melhorias em favor de nossa categoria, que a sindicalização imediata se faz necessária para que possamos, cada vez mais, estar legitimados com o apoio político e a confiança de cada servidor.

O SINDJUD-PE agradece a cada servidor que atendeu ao nosso apelo e reafirma o compromisso de respeito e transparência.